Revº Mbungo Castro quer reforço da acção das Igrejas nas comunidades

As Igrejas angolanas devem revitalizar o seu papel na sociedade, apoiando, com projectos úteis e repudiando a má conduta, de forma a desempenhar a sua acção nas comunidades.

A acção da Igreja, segundo o Secretário-geral da Igreja Evangélica Baptista em Angola (IEBA), Revº Mbungo Castro David, que falava no workshop sobre “O papel das Igrejas e das organizações baseadas na fé na promoção da igualdade de género, investimento nos adolescentes e jovens, saúde sexual e reprodutiva, rumo ao desenvolvimento sustentável de Angola”, deve estar focada no bem-estar das populações, construção de escolas, criação de centros de saúde, entre outras.

Pretende-se que, as Igrejas contribuam nas acções de combate as doenças e ao analfabetismo, bem como fazer a agricultura para saciar à fome das populações.

O encontro serve para se promover uma análise sobre  a condição do adolescente e jovens relativamente a educação sexual, ao casamento e gravidez precoce, a violência doméstica, física e, em particular, o desemprego.

O objectivo do workshop centra-se na capacitação dos participantes sobre a relação de género, particularmente no empoderamento da mulher, para potenciar o progresso do país e o alcance dos objectivos de desenvolvimento sustentável.

De acordo com o censo 2014, 52 por cento da população angolana é representada por mulheres. Apesar dos progressos na promoção da igualdade e equidade de género, a questão ainda constitui um factor determinante da desigualdade e da pobreza, afectando desproporcionalmente as mulheres.                                                         Angop

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *