CICA defende criação de programas juvenis para vida sexual responsável

O Conselho das Igrejas Cristãs em Angola (CICA) recomendou às instituições religiosas do país a criação de programas de orientação destinados aos   jovens, para uma vida sexual responsável e um bom aproveitamento nas actividades que promovem o desenvolvimento cognitivo e ocupação dos tempos livres.

As recomendações constam das conclusões do seminário sobre “O papel das Igrejas e Organizações Baseadas na fé na promoção da igualdade de género, rumo ao desenvolvimento sustentável de Angola”, que decorreu, na província de Luanda, nos dias 14 e 15 deste mês.

O encontro, realizado com o apoio do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), concluiu que as Igrejas devem criar planos intervencionistas e sustentáveis, que contribuam  para a redução da pobreza  e o fim da secundarização da mulher e da desestruturação da família.

Presidido pela Secretária Geral do CICA, Reverenda Deolinda Dorcas Teca, o seminário recomendou às Igrejas que intensifiquem a educação e o acompanhamento dos jovens na prevenção de práticas nocivas ao desenvolvimento da juventude.
Entre os males apontados estão o alcoolismo, vandalismo, gravidez precoce e a  vida sexual irresponsável.  As Igrejas devem também promover e incrementar iniciativas que visam engajar os membros na mudança de atitudes e de práticas, incentivando o empoderamento da mulher em prol da equidade.

O seminário concluiu que as Igrejas devem cooperar com as instituições da administração do Estado e com as autoridades tradicionais  para que sejam banidos  os comportamentos discriminatórios  contra a mulher e estimulando o envolvimento  feminino nos órgãos de decisão locais.

Os participantes concluíram ainda que as Igrejas devem criar um plano estratégico e de acção para a promoção da igualdade de género, dos valores familiares, e da educação de crianças e jovens, projectos que devem ser financiados  e executados pelas Igrejas.
O CICA vai estabelecer  parcerias e criar sinergias  necessárias para a implementação do Plano  Estratégico de Promoção da Igualdade de Género.

O Conselho, de acordo com as conclusões do encontro, vai trabalhar com o Executivo e outros parceiros,  como  o  Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP), no âmbito dos Objectivos  de  Desenvolvimento Sustentável  e de outros instrumentos relativos  à promoção da igualdade de género.

O seminário foi realizado com o objectivo de capacitar  líderes religiosos e moderadores das comissões ecuménicas de cooperação sobre a relação de género e o empoderamento da mulher, visando o desenvolvimento sustentável. CA

Workshop: Sessão de Encerramento
Doctor Luís Samakumbi, Oficial de programas do UNFPA, na Sessão de Abertura

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *