Igrejas no mundo esperam celebrar a unidade dos cristãos 

De 18 a 25 de janeiro, os cristãos começarão a maior reunião mundial para celebrar a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. Seja através de orações comuns, a troca de pregadores ou a organização de celebrações ecumênicas, eles testemunharão a oração de Jesus aos seus discípulos: “sejam todos um para que o mundo creia”.

O tema escolhido para a semana de oração de 2019 é “Buscarás a justiça, nada além de justiça”, inspirado em Deuteronômio 16:18-20.

O Rev Dr Olav Fykse Tveit, Secretário Geral do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), disse que rezando juntos, os fiéis de todo o mundo compartilham um sentimento de alegria, preocupação e responsabilidade – uma partilha que é o coração da movimento ecumênico.

“Ao celebrar a unidade na diversidade, somos cada vez mais capazes de buscar a justiça com determinação nos nossos múltiplos contextos”, acrescentou. Para o líder ecuménico, em todas as culturas e em todos os continentes, podemos orar uns pelos outros e rezar juntos pela justiça e paz, como uma comunidade viva.

A Semana de Oração, uma tradição que remonta há mais de um século, é organizada e dirigida conjuntamente em cada ano pelo CMI e o Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos do Vaticano.

O programa da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos foi compilado este ano pelas Igrejas da Indonésia.

O Pastor Odair Pedroso Mateus, Diretor da Comissão de Fé e Ordem do CMI, disse, quando homens e mulheres se reúnem ao redor do mundo para meditar sobre este texto, não importa como interpretam: seus corações podem ser tocados juntos.

“A Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos aprofunda a comunhão entre cristãos de diferentes partes do mundo que teriam problemas para se conhecerem”, referiu ainda. A situação na Indonésia, onde a frágil harmonia de hoje está exposta as novas ameaças, é particularmente comovente”.

Padre Moma da Arquidiocese de Luanda, ao lado da Secretária Geral do CICA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *