COCEVAL perde membro co-fundador

O conceituado Coro Central Evangélico de Luanda (COCEVAL) adtrito a Igreja Evangélica Baptista em Angola, IEBA, perdeu Terça-feira, 29 de Janeiro, em Luanda, vítima de doença prolongada, o seu membro co-fundador disse ao Flash de Notícias uma fonte do mesmo grupo.

Trata-se do diácono Pembele Sady Muana Mvumbi Daniel, um entre os integrantes que em 1978 começaram a Paróquia dos Combatentes, na antiga avenida com mesmo nome, hoje, Avenida Comandante Valódia.

Nasceu aos 28 de Agosto de 1955 na aldeia de Quimalomba, Comuna de Kibokolo, Município de Maquela do Zombo (Uige).

Reza a história, foi entre os 12 membros que a 24 de Setembro de 1976 fundaram o COCEVAL na 3ª Igreja da Convenção Baptista de Luanda no bairro Maculusso. O grupo integrava na altura os irmãos Lukoki Kiboko Artur, Pululu Víctor, Isac Wosso Pudikulumona, Vita Niosi, Pelenda Z. Daniel, Matoko António, Nkosi Pedro, Godé Mateta Luvambanu, Ndongalacia, Filipe Mpangui e Lutonadio Artur Makumbi.

O malogrado era casado com a senhora Margarida Sianda João, ambos monitores (professores) na Escola Bíblica Dominical dos Combatentes com quem teve 5 filhos.

Mano Pembele como era tratado no seio da comunidade baptista, mesmo trabalhando no Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) e mais tarde no Instituto Nacional de Estatítica (INE), a Igreja dos Combatentes foi sempre o local onde passava a maior parte do seu tempo traduzindo músicas em portugues e dactilografando textos no stêncil para constituir brochuras de lições em apoio ao COCEVAL e à Escola Dominical.

Além de membro co-fundador do COCEVAL, o diácono Pembele Sady Daniel desempenhou várias funções no mesmo grupo tendo a destacar a de conselheiro, capelão e secretário até 2013, altura em que teve um acidente cardiovascular cerebral (AVC).

Como veterano cristão da IEBA em Luanda, foi também o primeiro jovem solteiro eleito diácono na Paróquia dos Combatentes função que associava com o Grupo de Estudo Bíblico e da União Bíblica em Angola (UBA).

Humorista de natureza, o malogrado integrou também o Secretariado Geral da IEBA ao ser nomeado, Director Nacional da Juventude, cargo que exerceu com zelo e dedicação no consulado de 16 anos do Revº Álvaro Rodrigues, como Secretário Geral.

Na sua carreira professional, em 1984 foi eleito, Presidente da Associação Cristã para o Desenvolvimento Comunitário (AJUDECA), instituição não-goveramental que o leva a ganhar em 1998 o Prémio Internacional do Governo Francês sobre a Defesa dos Direitos Humanos.

Participou em muitas conferências nacionais e internacionais como membro do Conselho do Fórum das Organizações Não-Governamentais Angolanas (FONGA).

Foi autor e ao lado de grandes compositores do COCEVAL, tinha aptidão natural de traduzir à letra de vários hinos cantadas em diversas línguas já que dominava o sistema musical solfa. Ajudou o coro da Escodom dos Combatentes compondo vários hinos.

Mano Pembele Sady Daniel vai a enterrar na Segunda-feira, 4 de Fevereiro, dia em que os angolanos comemoram o início da luta armada pela libertação de Angola.

Grupo num concerto, no Memorial Agustinho Neto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *