França: Conselho Mundial de Igrejas exprime solidariedade após incêndio à Catedral da Nossa Senhora de Paris

Após o incêndio no dia 15 de abril, na Catedral da Nossa Senhora “Notre Dame”, o Secretário Geral do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), Rev. Dr. Olav Fykse Tveit, disse que estava chocado pelos danos sofridos por um dos monumentos mais conhecido de Paris e que representa também a sede do Arcebispado católico na capital francesa.

“Lamentamos a perda inestimável da Catedral em chamas”, disse Olav Fykse, “e oramos por todos aqueles para quem a Nossa Senhora, serviu da casa espiritual, especialmente durante a Semana Santa”.

O Secretário Geral lembrou especialmente o serviço ecuménico realizado a 4 de Dezembro de 2015, durante o qual centenas de pessoas de muitas nações e religiões, incluindo pastores, padres, leigos, freiras, bispos, arcebispos e cardeais estavam reunidos para um serviço dedicado à criação de Deus na Catedral de Paris, por ocasião da Conferência das Nações Unidas sobre o Clima.

“Enquanto rezamos pela nossa casa comum, o cenário sublime da catedral nos permitiu chegar ainda mais perto”, recorda o Pastor Tveit à medida que as decisões são tomadas para reparar a estrutura, vamos rezar para os bombeiros que salvaram o que poderiam, para artesãos que vão trabalhar na reparação da catedral, e para os milhões de pessoas que vão utilizá-la.

Muitas pessoas ao redor do mundo entre os quais, políticos, líderes religiosos e aqueles que visitaram a Catedral, expressaram simpatia e consternação pelos danos. A torre e o teto da catedral desabaram e as chamas danificaram uma das duas torres do edifício.

O Papa Francisco está entre as pessoas que expressaram sua solidariedade e declararam que ele estava orando pelos católicos da França e por todos os parisienses.

A Catedral da Nossa Senhora é considerada por muitos a catedral mais importante do mundo, do ponto de vista religioso e arquitetônico, atraindo 13 milhões de visitantes por ano, em frente à Torre Eiffel.

O pastor Odair Pedroso Mateus, Diretor da Comissão de Fé e Ordem do Conselho Mundial de Igrejas, disse também por seu turno ter sentido a onda de choque que abalou o mundo. “A catedral é um símbolo fundador da cultura européia”, diz ele.

WCC NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *