Nigéria: Onze jovens cristãos mortos durante a procissão de Páscoa

Onze jovens cristãos que faziam parte de uma procissão de Páscoa foram mortos na noite de 20 para 21 de abril no nordeste da Nigéria por um agente policial e seu colega. Em retaliação, ambos os membros das forças da ordem e segurança foram posteriormente mortos pelos jovens sobreviventes.

Os jovens processionários cruzaram na estrada com os dois policiais que circulavam na cidade de Gombe, de acordo com Isaac Kwadang, responsável do serviço da ordem do grupo de fiéis, segundo indica o jornal nigeriano The Guardian. Os dois policias, que não estavam de serviço, pararam para incomodar os jovens sobre o bloqueio da estrada causado pela procissão.

Na ocasião, ultrapassaram por uma certa distância o grupo de jovens tendo estacionado o carro desligando os faróis. Uma vez que a procissão ao chegar a sua frente, os mesmos arrancaram o veículo tendo passado por cima do grupo. Uma dúzia de jovens foram mortos no local e trinta ficaram feridos. Os dois oficiais mal que tentaram fugir, foram apanhados por outros jovens que os lincharam.

Enquanto a polícia tenta justificar numa tese de uma perda de controlo do veículo, mas as testemunhas asseguram que o acto foi deliberado.

O Presidente da Associação Cristã da Nigéria (CAN), Padre Abare Kala, pediu aos seus irmãos de evitar fazer justiça por mãos próprias e respeitar a lei. O sacerdote exortou a comunidade cristã a manter a calma a fim de permitir que as autoridades tomem as medidas necessárias.
Muitos cristãos foram mortos na Nigéria nos últimos anos em ataques mais freqüentes do grupo jihadista, Boko Haram.

Ibrahima Cissé, Cath.ch

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *