Encontro trimestral: Projecto Capacitar em balanço e planificação

A equipa técnica do projecto de Boa Governação e Monitoria Social “Capacitar” do CICA, participou de 8 a 13 do corrente mês, na Província de Malanje ao 2º encontro trimestral de balanço e de planificação do projecto.

O encontro sob a coordenação da Ajuda da Igreja Norueguesa (Norwegian Church Aid) e da organização anfitriã, Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA, antena provincial) contou com a participação das organizações implementadoras do projecto nomeadamente, CICA, Comissão Diocesana de Justiça e Paz do Cunene (Igreja Católica) e a ADRA nacional sob o olhar atento da Gestora de projectos da Delegação da União Europeia em Angola e estagiários da Escola Agrária de Malanje.

Na ocasião, os participantes balancearam as acções do projecto referente ao período de Abril e Junho bem como projectaram as actividades ligadas ao penúltimo trimestre de 2019.

A visita de campo aos Municípios de Calandula e Kiwaba Nzoji afectos ao projecto estiveram igualmente na agenda dos trabalhos.

Em declarações ao Flash de Notícias, Ester Chilombo, Coordenadora do Projecto da Boa Governação e Monitoria Social do CICA, disse que, o encontro foi proveitoso porque, não serviu apenas para a planificação conjunta, mas sobretudo fazer um olhar para trás e ver: O que correu bem e porque?, o que não correu bem e porque? e como fazer para melhorar a execução do trabalho.

“Este contacto, mostrou também que devemos ter uma visão abrangente do projecto, ou seja, olhar o projecto como um todo tendo em conta as acções a serem levados a cabo pelos três parceiros (CICA, ADRA e a Comissão Diocesana de Justiça e Paz do Cunene) sem, no entanto, descorar da participação activa dos financiadores da União Europeia e NCA”, sublinhou.

Para a coordenadora do CICA, além dos aspectos já mencionados, o encontro serviu também para uma reflexão na estratégia de trabalho, reforçando a participação das equipas municipais nos Conselhos de Auscultação das Comunidades com vista a dar segmento no processo de advocacia dos diangosticos realizados nas comunidades através do exercício da Avaliação Participativa da Pobreza e Monitoria Social.

Ester Chilombo destaca como lição aprendida, o mecanismo de monitoria da Delegação da União Europeia efectivada nos municípios de Calandula e Kiwaba Nzonji, da qual, tiveram o privilegio de participar e que considera um processo estimulante porque em gestos de peças teatrais, as comunidades beneficiadoras conseguiram transmitir o impacto que o projecto Capacitar está a trazer nas suas vidas e no seu dia-à-dia.

Ester Chilombo, Coordenadora do Projecto Boa Governação e Monitoria Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *